Ginástica

 

A Ginástica foi praticada, desde os tempos remotos, no Egipto, na Ásia e na Grécia, sendo realizada no âmbito das danças sagradas.

Com a queda do Império Romano, o corpo foi ignorado e a Ginástica foi abandonada durante um longo período de tempo, para renascer somente no século XVIII, sob a influência de vários pensadores, que se debruçaram sobre as vantagens da prática do exercício físico.

A escola Sueca foi a que teve maior importância no desenvolvimento da Ginástica. O fundador desta escola, nascido em 1776, chamava-se Pedro Ling. Na Alemanha a Ginástica desenvolve-se sob a impulsão de Jahn que funda o primeiro ginásio ao ar livre em Berlim, com o objectivo de formar homens capazes de defender a pátria.

A Ginástica como actividade desportiva tem vindo a assumir formas de prática muito diferentes das originais, havendo actualmente uma grande diversidade de disciplinas, que vão desde a Ginástica Artística, à rítmica, á acrobática, entre outras.

 

A Ginástica envolve um conjunto de exercícios, com ou sem aparelhos, muito exigentes do ponto de vista físico, técnico e psicológico fazendo apelo a elevados níveis de força e  flexibilidade. Os elementos a executar são complexos pelo que é necessário atenção, persistência e cooperação.

A Ginástica Artística é praticada por ambos os sexos. Para o sexo feminino, esta actividade desportiva foi inserida no calendário olímpico dos Jogos Olímpicos de Helsínquia, na Finlândia, em 1952. Para o sexo masculino, existe desde os primeiros jogos olímpicos da Era Moderna, realizados em Atenas, na Grécia, em 1896.

Nas provas oficiais de Ginástica Artística, os atletas de sexo masculino competem em seis aparelhos distintos e as atletas do sexo feminino apenas em quatro. Masculinos (Solo, Cavalo com arções, Argolas, Saltos de cavalo, Paralelas e Barra Fixa). Femininos (Solo, Saltos de cavalo, Paralelas assimétricas e Trave).

Exercícios no solo - Rolamentos, apoios invertidos, posições de equilíbrio, posições de flexibilidade, posições de força, movimentos estéticos, rodada, roda e saltos de mãos à frente.

Salto de cavalo - salto de eixo no plinto (longitudinal e transversal), salto entre mãos (longitudinal e transversal), roda no plinto transversal.

Trave olímpica - Entrada de eixo, "pivot", saltos, rolamento à frente, saída em rodada. 

Barra fixa - Pegas, atitude em relação ao aparelho, suspensão, tomada de impulso.

Paralelas - Subida de báscula, balanço à frente e à retaguarda, em apoio manual, apoio invertido de ombros e saída simples à retaguarda.

 

A Ginástica Acrobática, um dos desportos gímnicos, é a cooperação entre dois, três ou quatro companheiros na realização de elementos mão contra mão. Realizam-se em pares femininos, pares masculinos, pares mistos, trios femininos, e quadras masculinas. Todos os esquemas devem ser elaborados utilizando os vários elementos técnicos harmoniosamente acompanhados por música. 

Os diferentes pares/grupo podem executar três tipos de exercícios/esquemas: equilíbrio - elementos do grupo têm de realizar exercícios de equilíbrio (pinos etc.); dinâmicos - exercícios em fase de voo, nos quais existe separação entre os acrobatas (mortais etc.); combinados - exercícios com combinação de elementos de equilíbrio e elementos dinâmicos.

 

Trampolim terá sido utilizado pela primeira vez num colégio inglês em Oxford, em 1949, numa aula de Educação Física. É considerado modalidade olímpica desde os Jogos olímpicos de Sydney, no ano 2000, realizados na Austrália. As competições para ambos os sexos podem ser de carácter individual ou por equipas, em todos os aparelhos (Minitrampolim, Duplo minitrampolim e Trampolim-cama elástica).

Minitrapolim - salto em extensão, salto engrupado, salto com pirueta vertical, salto de carpa de pernas afastadas ou unidas, 3/4 de mortal à frente engrupado ou encarpado, saída dorsal em extensão ou engrupada, saída dorsal em carpa de pernas afastadas ou unidas e 1/4 de mortal à retaguarda.

 

Algumas curiosidades

 - A última atleta portuguesa a participar nos Jogos Olímpicos foi Diana Teixeira.

 - Nadia Comaneci com apenas 14 anos é a primeira ginasta a conseguir sete vezes a nota máxima de 10 pontos, nos Jogos Olímpicos de Montreal. Contudo, os quadros electrónicos não puderam exibir as suas marcas, porque só estavam preparados para registar valores até 9,95 pontos.

 - Porque é que as ginastas estão a ficar cada vez menos pesadas? Porque no ar, quanto mais leves, mais depressa giram e rodopiam.

 - As ginastas apresentam níveis de força superiores às nadadoras.

 - A trave, na qual as ginastas fazem algumas piruetas, como a roda ou mesmo o salto mortal, tem apenas 10 cm. de largura.

Os trampolins permitem-nos elevar a uma altura superior a 8 metros.

Topo